quarta-feira, 23 de janeiro de 2013

Cerro os olhos e perco-me

 


Cerro os olhos e perco-me,
olho para dentro de mim
buscando agasalho,
sofrendo tranquilamente
à espera de coisa nenhuma.
A noite está gélida,
sem querer, sinto a melancolia!
Cerro os olhos
e guio-me pela imaginação das palavras.
Não sei porque estou aqui,
diluo as palavras na imaginação
e perco-me…
E depressa tudo esqueço,
olho para dentro de mim
tudo se esmorece
neste entrelaçar de tempo
sem tempo.
Tudo vai desabar…
Todos os prazeres
que se escondem
na calada da noite.
Cerro os olhos
custa viver assim às apalpadelas
a loucura é absoluta
brota do meu olhar.
Fico triste sem saber porquê
o pesar é tudo o que me resta.
Perco-me!...
guardo as palavras
que escorrem sem rumo definitivo.
Não posso arquivar os sonhos errantes
trespassados pelo vento,
não posso arquivar o coração
despedaçado pela dor
na bruma da noite
que se desvanece,
cai do meu olhar.
Cerro os olhos e perco-me
Entre as lembranças.
 
Autor: Mikii
Foto da net


Está Frio


Está frio…
sinto que caminho devagar
refresco o espírito
com o ar que bate fresco
no meu rosto.
 
Tento descortinar o que é belo,
no que é pequeno.
É fácil levar-me aos domínios
da nostalgia.
É fácil brotar uma lágrima da minha face.
 
Está frio…
Pareço frágil
de tão à flor da pele
que me está a sensibilidade.
Mas sou fortíssimo na determinação.
 
Está frio e o vento brinca…
Amo e adoro a vida!
Adoro acordar
adoro viver…
a paixão, o amor ,a cumplicidade ,a amizade.
 
O vento brinca…
Absorvo tudo o que vejo e sinto,
procuro o que o coração
considera indispensável
criando um elo de ligação e intimidade.
 
Está frio…
crio memórias
sonhos e desejos
que ultrapassam os limites
da amizade.
 
Está frio…
Crio os mais profundos medos
em que mergulho o inconsciente,
sem nunca conseguir
escapar ao eterno.
 
O tempo brinca
capaz de enlouquecer
a luz que inunda
a mestria com que conduzo
a vida.
 
Está frio o tempo brinca !
sinto que caminho devagar
estamos ligados para sempre
mesmo que os nossos caminhos
um dia se separem.
 
Autor: Mikii
Foto da net


terça-feira, 22 de janeiro de 2013

Tudo é efémero!

 

Vivemos com as nossas diferenças
tudo é efémero,
e essa é a única certeza
que me move.
Deixámos o amor crescer
vivemos o presente
enquanto o tempo passou,
à beira das águas do mar
para dar um toque de magia,
à noite que nos envolvia.
 
Vivemos com as nossas diferenças
de todas as maneiras certas…
Não há muito tempo,
pormenores, momentos!
Tudo é efémero
sinto que se afloram
os meus devaneios.
Sinto que de certa forma
Tenho algo a dar,
nem que seja um sorriso.
 
Vivemos com as nossas diferenças
como se procurássemos respostas...
Quando as nuvens passavam!
As nuvens carregadas de água…
Tudo é efémero
a pairar no meu pensamento.
O espírito irrequieto
uma visão secreta de tudo
entre o chão, o orvalho
num verão longínquo.
 
Vivemos com as nossas diferenças
num instante pude perceber,
de onde tinha vindo tudo.
Veio do cheiro do ar,
da maresia…
Do silêncio a transformar-se
num ruído.
Tudo é efémero!...
E pude sentir que o espírito
eram as raízes
eque tudo o resto
eram só os frutos.
 
Vivemos com as nossas diferenças
Perco alguns sonhos...
Dos sentimentos sobra
a nossa fala sobre o tempo.
Tudo é efémero…
Tudo aquilo que fica
também dentro de nós.
Um silêncio que atordoa
dentro de quem me magoa.
 
Autor: Mikii
Foto da net


segunda-feira, 21 de janeiro de 2013

Quero o teu colo

 

Quero o teu colo
Quero o eterno
Quero a forma de falar sentida
Quero esboçar sempre um sorriso
Quero serenidade
Quero paz
Quero o teu colo
Quero o teu sofrimento
Quero dizer algo
Quero partilhar
Quero o sorriso arrebatador
Quero uma sonora gargalhada
Quero qualquer coisa como… o teu colo!
Quero atravessar marés
Quero ter o mar nos olhos
Quero mergulhar no mar
Quero…
Quero o frio intenso
Quero o sol que me aquece
Quero o teu colo
Quero um tempo para tudo
Quero a raiva
Quero a dor que me atravessa a alma
Quero ser levado pelo vento
Quero abandonar o passado
Quero procurar outro rumo
Quero acreditar em mim
Quero… o teu colo
Quero chorar quando me der vontade
Quero um sorriso aberto
Quero jamais olhar para trás
Quero falar com as nuvens
Quero namorar com a lua
Quero abraçar o sol
Quero beijar o chão
Quero beber da água mais cristalina
Quero o ar puro
Quero… o teu colo
Quero, os jardins secretos
Quero, um sentimento
Quero, fazer o amor numa noite de paixão
Quero, o encanto de muitas manhãs
Quero, a noite
Quero, o dia
Quero, o céu
Quero amar
Quero…
Quero…
Quero…
Quero, o teu colo!...

 

Autor: Mikii
Foto da net 

Eterna Musa

 
Eterna musa
a mulher que ama
de forma diferente
a eterna mágica.
 
Eterna Musa
que sofre em segredo
porque não tem coragem
para denunciar o mundo.
 
Eterna musa
amas com o peito aberto
como uma catedral
com as duas portas abertas.
 
Eterna musa
silenciando-se em esperança
a eterna mágica
do seu sofrimento.
 
Eterna musa
flor natural
de desejos mais profundos
de sedução.
 
Eterna musa
és mulher e como a lua
tens sempre um lado
misterioso e sensual.
 
Eterna musa
mulher de sorriso rasgado
misteriosa, sofrida
caminhas solitária.
 
Eterna musa
mulher de passado misterioso
guardas a verdade
de todos os teus traumas.
 
Eterna musa
de olhar aparentemente triste
que atravessas-te o tempo
pelas amarguras da vida.
 
Eterna musa
de espírito irrequieto
na radical solidão
de todas as vidas vividas.
 
Autor: Mikii
Foto da net


sexta-feira, 18 de janeiro de 2013

Quebro o Silêncio


Quebro o silêncio
longe de ti… imagino
sem rascunho…
A essência do amor.

 
Quebro o silêncio
onde a fantasia
a luz, a alegria
se misturam.

 
Quebro o silêncio
num cocktail perfeito
pronto a despoletar
todas as noites.

 
Quebro o silêncio
lamento…
com um sorriso nos lábios
quando caio no sono.

 
Quebro o silêncio
os momentos únicos…
A melhor coisa da vida
é amar e ser amado.

 
Quebro o silêncio
a cama está feita
apagam-se as luzes
não há pressa em voltar.

 
Autor: Mikii
Foto da net