quarta-feira, 4 de junho de 2014

Mergulho o meu olhar no teu


Mergulho o meu olhar no teu
e provo o amor
que me enternece
com um sorriso.

Entregamo-nos aos poucos…
desejando
que te queira
por inteira.

Nada mais do que a tua presença
trouxe até mim
a misteriosa essência
e todas as lamentações.

Mergulho o meu olhar no teu
tenho de mudar a direcção
pelo silêncio da noite
que me invade.

O tempo passa,
não pode esperar
algo doido,
difícil de descrever…

Mergulho o meu olhar no teu,
mas não posso prometer sentimentos
Que brilham no meu céu
de devaneios…

Os sonhos que se sobrepõem,
cada minuto que passa…
O vento segreda-me
os murmúrios da tua alma.

𺰘¨¨˜°ºð643𺰘¨¨˜°ºð 
Autor: 𺰘¨¨˜°ºðCarlosCoelho𺰘¨¨˜°ºð
Foto da net

Copyright © 2014
© Reservados os Direitos de Autor
Ao Abrigo do Código de Direitos de Autor.

1 comentário:

Gera Souza disse...

Carlos,

Admiro sua forma de descrever as situaões e aprecio sua poesia!

Grande abraço